Afinal, o que são virtudes?

Existe uma inversão de virtudes e valores muito grande nos dias de hoje, isso é inegável.
Mas afinal, o que são virtudes? ou melhor, Quais são as virtudes que estão sendo deturpados e investidos?


Acredito que existe uma lista infinita para virtudes e valores.
Recentemente li um livro chamado Paz Guerreira escrito pelo autor curitibano Talal Husseini que sintetiza muito bem quais são os valores e as virtudes para quem quer se tornar uma pessoa melhor.
Nos próximos posts aproveitarei para escrever sobre essas virtudes.


A primeira virtude que eleva qualquer ser humano é a Humildade.
Ser humilde é saber que tudo o que sabemos ainda é pouco perto de tudo o que há pra aprender.
Ser humilde é o que distingue pessoas comuns das pessoas nobres. É o ponto onde pessoas comuns se corrompem e os guerreiros resistem.
As pessoas comuns veem tudo de forma comum. Não conseguem conquistar nada porque sempre estão no passado ou no futuro. Pessoas extraordinárias vivem no presente.


A pessoa humilde é aquela que serve.
Servir não se trata de se fraco ou submisso.
Servir é estar no presente. É trazer honra, dignidade e humildade para nós mesmos.
O poder nunca é do homem... é dos céus.
Se servirmos em todos nossos atos com muita humildade e amor, seremos mais elevados do que o mais alto pico da montanha mais alta.


Por que o mar é tão grandioso, tão profundo e tão poderoso?
Porque decidiu ficar um pouco abaixo de todos os rios do mundo.


Toda obra deve ter os valores da alma: Nobreza, Bondade, Verdade e Justiça.
Se começarmos a pautar nossos pensamentos, falas e ações nesses princípios, nos tornaremos Gigantes numa terra de nanicos.
Há poucos grandes homens hoje em dia porque não se ensina mais esses valores.


Temos os direitos humanos, direitos das crianças e adolescentes, direitos, direitos, direitos, direitos...
E os nossos deveres?
Onde está a carta dos deveres humanos? Os deveres das crianças e dos adolescentes? Os deveres dos políticos?


Só conseguiremos elevar a humanidade quando voltarmos a desenvolver em nós os valores que estão se perdendo; E quando parametrizarmos nossas ações em virtude de nossos deveres e não dos nossos direitos.


É meu dever me elevar moralmente.
É meu dever evoluir espiritualmente.
É meu dever tratar a todo ser humano como igual.
É meu dever ensinar o pouco que sei.
É meu dever continuar aprendendo até o fim de meus dias.
É meu dever servir.


Ao meu próximo, a sociedade e ao divino.
E a humildade é a força motriz para se viver uma vida nos deveres.
O dever é quando você paga por algo e depois recebe o direito. Você paga, para depois receber.
Quando o direito vem primeiro, as pessoas querem receber primeiro para depois pagar o preço.
Essa é a inversão de valores que vivemos hoje.


Quem chega primeiro serve.
Quem quer ter direito, cumpre primeiro seus deveres.


Nada menos que servir com humildade me interessa...
Foi pra isso que eu vim.


Beijos e abraços a todos.


*Trechos do primeiro capítulo da Paz Guerreira misturado com meus pensamentos.
Clique Aqui para conhecer o site do livro Paz Guerreira.

8 comentários:

@jeeziin disse...

Acredito que na sociedade em que vivemos hoje existe, e muito, essa inversão. É inegável!

Humildade é o que leva ao ser humano até o pico mais alto. Pode-se ter os maiores e piores defeitos já encontrados no ser humano, mas se for humilde para reconhecer, já está de bom agrado. O que é muito, mas muito, difícil de acontecer .

Viver no presente é imprescindível. Pensar no futuro?! lógico.
Viver com intensidade, mas com os pés no chão. Ter conhecimento que nossos atos hoje nos custarão o amanhã.
Viver pensando no amanhã, mas sem esquecer o hoje.

Precisamos mesmo estabelecer deveres para nossa humanidade. Acredito eu que as pessoas precisam ser lembradas diariamente dos seus deveres, aos poucos vamos ficando mau acostumados... E ficar mau acostumado não é nada bom, vendo que hoje precisamos de mais gente em pé do que sentada.

Acho que no fundo todos sabemos nossos deveres, mas as vezes acabamos esquecendo...

Todos deveriam servir um pouco,um dos melhores sentimentos que já tive.

ou talvez, eu seja a única que termine o dia com um sorriso bobo no rosto, se sentindo realizada ..

você é grandioso, um ótimo exemplo a ser seguido! parabéns ! (:

Eli disse...

Humildade muitas vezes vem associado a ser pobre... Exitem muitas pessoas ricas que são muito mais humildes do que os que tem menos poder aquisitivo.
A pessoa humilde não precisa ser pobre, leigo, ou dar tudo o que tem. Precisa ser simplesmente humilde. Nas atitudes, no jeito se der.
Direitos. todos exigem seus direitos,ne?
Muito bem colocado!
Deveres e direito. É como o proprio salário. Vc recebe depois que trabalhou. Nada mais justo.

Post para se pensar da semana!
Abraços

JuLio Lussari disse...

Jez,

Tenho a impressão que seus comentários complementam bem meus posts ultimamente.
Fico feliz de ter uma pessoa como você escrevendo a sua interpretação de meus posts, por que facilita o entendimento de outras pessoas.

Nós esquecemos de nossos deveres porque o mertiolate parou de arder.
Tudo é muito fácil e sem dor.
Sofremos simplesmente por sofrer... porque sofrer é comum... todo mundo sofre. Todo mundo tem depressão, todo mundo fica doente e pobre...

QUando é que vamos entender que TODAS as doenças tem ligações energéticas e espirituais?
Remédio não cura, o que cura é o poder da mente.

A mente não fica dentro do cérebro, mas fora dele.
A mente é o que conecta o espírito e a matéria através de um terminal de recebimento e de envio chamado cérebro.

Se a mente faz essa ligação, temos o poder de trazer a cura do espiritual para o material.

Trazer a nossa mente para o presente é manter unido o espírito da matéria.

Quando você consegue isso, automaticamente você entende que você primeiro tem deveres.
E quando você está presente, você começa a esquecer menos que os tem.

Algumas instituições como a Família Rotária e outras, desenvolvem em nosso caráter o Servir.
Me entristesse a deturpação pela qual o Ego transforma essas instituições.
Muito ao invés de estar ali para servir, estão para se promover.

A minha visão mudou muito quando li o livro escrito pelo Paul Harris, contando a tragetória oficial, os valores e ideais do Rotary.
Quando vi no que tinha se transformado, preferi me afastar.

Não por ser melhor ou pior, mas por não ser aquilo que foi concebido para ser.

As vezes podemos fazer muito mais se não estivermos carregando uma bandeira cheia de dogmas.

MAS, você falou algo muito positivo. Nada melhor do que terminar o dia com um sorriso bobo no rosto com a sensação de dever cumprido.

Sou apenas um cara alto se esticando nas pontas dos pés numa terra de nanicos.
Tenho muito a melhorar ainda.

Vamo Junto.
Beijo enorme

JuLio Lussari disse...

Eli,

É verdade, as palavras que trazem mais abundância na vida foram associadas a escassez pelos mais velhos.
Crescemos ouvindo a inversão nas palavras e então acreditamos nela e não conseguimos viver uma vida digna.

Eu já passei por arrogante muitas vezes, porque as pessoas simplesmente não compreendiam minha humildade e minha autoconfiança.

O poder mental de saber que as coisas vão acontecer assusta as pessoas que tem a mente enferrujada.

Você falou algo importantíssimo.
Precisamos simplesmente VIVER uma virtude ou um valor para Sermos aquilo.

Simples assim.
Não precisamos dar tudo o que temos para ser humildes. Só precisamos SER.

Uma ótima semana pra ti.
Um abraço

@jeeziin disse...

É, as coisas ficaram muito mais fáceis.
Uma criança quer um pirulito.. ela chora e ganha o pirulito. Toda vez que ela chorar, vai ganhar o que quer. Sem esforços, sem limites, sem pensar... simples assim .

É assim que o ser humano vem caminhando... sem se esforçar para conseguir as coisas. Com isso acabou perdendo o valor. As coisas ficaram mais fáceis, portanto com menos valor. Existe uma grandiosa diferença entre o que batalhamos para conseguir e entre o que simplesmente choramos e conseguimos; oras, se eu ganhei uma vez posso ganhar outras. Então não tem sentido eu dar valor.

Infelizmente é assim que a sociedade pensa.

Sofrimento já virou algo banal, assim como o amor. Todo mundo sofre, todo mundo ama todo mundo.
Me irrito e perco o embalo com quem me conhece a uma semana e já diz que me ama.Ninguém ama ninguém sem conhecer, isso não existe.
Alguns conceitos precisam ser revistos.

Se ficou doente ?! "Toma remédio"
Uma droga pra curar outra droga.Da onde tiramos isso mesmo ?!

Um dia vou tirar um tempo pra ler este livro, mas a imagem já é embassada mesmo.

Vemos o que queremos ver, sentimos o que que queremos sentir. A mente comanda o organismo, e não o organismo que comanda a mente.

@jeeziin disse...

Uma ótima semana pra ti também!

Maria disse...

"(...) mas quem faz a sorte é que é de verdade, é só acordar mais cedo!"
Você riu do meu sambinha :/ Hahah, mas eu tenho ele colado na parede do meu quarto para me lembrar de algumas coisas todo dia quando acordo: nós atraímos o que transmitimos e só conseguimos êxito em nossos projetos quando trabalhamos duro, a vida não tem segredos.
Concordo quando você diz que a primeira virtude que eleva o ser humano é a Humildade. Ser humilde não é ser fraco ou não ter confiança. É apenas reconhecer que sempre há onde melhorar e que nunca se deve deixar de aprender. É reconhecer que nosso trabalho muitas vezes depende do trabalho do outro e que todos juntos podemos construir um mundo melhor, sem utopias.
E quando a Jé diz que ninguém ama quem não conhece, isso é verdade! Mas, infelizmente, vivemos em um mundo onde tudo é descartável, inclusive pessoas e sentimentos. E tudo que é descartável perde a graça ou dura pouco.
Enfim Júlio, gosto muito de ler seu blog x) e estou com saudades!

JuLio Lussari disse...

MARIAAAA...
Adoro quando você passa por aqui e deixa um recadinho.

Realmente a vida não sem segredos, mas tem seus mistérios... e os mistérios podem ser descobertos.
Alguns desses mistérios eram ensinados ao pé do ouvido na antiguidade para aqueles cujo os mestres acreditavam ser merecedores de tal verdades.

Hoje, muitos segredos estão espalhados em livros comuns ao acesso de todos, mas de tão simples que é a verdade, o ser humano cabeçudo não consegue assimilar e colocar em prática.

Vocês tem razão sobre o que a Jéz falou sobre o amor... mas isso é tema para um outro post.

Comente sempre que puder... adoro seus sambinhas...
uhahuauhuha

Um beijo enorme Mariaa... saudade.

BlogBlogs.Com.Br